Se você já cuidou de um gramado, sabe que mato, pragas, insetos e outros problemas são inevitáveis. Insetos e doenças espalham-se nas plantações porque elas têm tudo que é indispensável a eles: água e nutrientes. Felizmente, existem coisas que você pode fazer para tentar evitar que as pragas tomem conta do seu gramado. Leia as dicas a seguir para obter algumas técnicas de prevenção comprovadas.


Intercale as plantações de ervas e flores com verduras para ajudar a reduzir problemas de pragas do gramado. Isto dá ao jardim uma visão agradável e ajuda a confundir as pragas problemáticas. As plantações intercaladas dificultam a localização dos aromas preferidos pelos insetos. Isto funciona muito bem se você plantar ervas e flores que tenham fragrâncias fortes, como as mentas, o basílico, os gerânios, alhos ou cebolas.

Atraia insetos benéficos. Espalhar flores no seu jardim ajuda a trazer joaninhas, aranhas, formigas-leão, e pequenas vespas parasíticas que sobrevivem alimentando-se de pragas. As flores fornecem abrigo, além de néctar e pólen, uma alternativa de fonte alimentícia.
Quando os insetos benéficos se sentem à vontade em seu jardim, faça com que eles permaneçam ali. Lembre-se, eles podem morrer tão facilmente quanto as pragas com pesticidas que matam indiscriminadamente. É melhor evitar pesticidas, ou usar pesticidas específicos como o Bt (que é uma doença bacteriana das lagartas que não prejudica os outros insetos) para proteger insetos benéficos.
Use coberturas para manter as pragas afastadas da vegetação. É uma ideia simples que funciona muito bem. Estas coberturas são tecidos finos que são usados para proteger as plantas. Elas permitem que o sol, a chuva e o ar fresco penetrem. Elas mantêm os insetos longe e são fixadas no chão por pedras, tijolos ou grampos de metal.
Elimine larvas de moscas, que penetrarão nas raízes de rabanetes, nabos, cenouras, cebolas e outras verduras. As coberturas mantêm as moscas fêmea, que põe ovos, longe das verduras. Se não houver ovos, não haverá larvas.
Evite que o besouro da batata coma as folhas da batata e a planta. Feche bem as beiradas da cobertura para que os besouros não passem por baixo.
Proteja os pepinos, as abobrinhas e as abóboras dos besouros do pepino, que transmitem uma doença que faz murchar, destruindo completamente as plantas. Como as flores destas plantas precisam dos insetos para a polinização e formação das frutas, as coberturas precisam ser levantadas pelo menos a cada dois dias, durante algumas horas, para que as abelhas possam fazer o seu trabalho.
Use as barreiras de cobre ou terra diatomácea para manter as lesmas afastadas. As lesmas são devoradoras de plantas. Elas comem quase tudo, atacando em bandos as plantas macias e suculentas e devorando-as completamente. Elas prosperam nos locais onde o solo é úmido, passando os dias de sol embaixo de pedras, lenha ou matéria orgânica saindo para comer quando está chovendo ou frio e escuro. Quaisquer medidas de controle das lesmas que você usar funcionarão melhor se você limpar o excesso de matéria orgânica e quaisquer locais escondidos, escuros e úmidos, onde as lesmas podem se reproduzir.
A terra diatomácea é uma substância arenosa que fura a pele das lesmas, que têm um corpo macio. Espalhe no solo, ao redor das plantas atacadas por lesmas. Use a terra diatomácea para horticultura, não aquela que é vendida em lojas de produtos para piscinas.

Mate as lesmas existentes fazendo armadilhas com frascos fundos cheios de cerveja. As lesmas adoram cerveja, o que pode ser sua ruína. Enterre um pote de margarina no chão do jardim. A beirada superior deve estar no nível da superfície do solo. Encha o pote com cerveja (pode ser de qualquer tipo) e deixe durante a noite. As lesmas se arrastam para lá e se afogam. Esvazie o pote todos os dias ou a cada dois dias e encha novamente com cerveja até que o pote passe de um dia para o outro vazio.